Tremores no noroeste da China deixam ao menos 54 mortos

Ao menos 47 pessoas morreram e centenas ficaram feridas nesta segunda-feira (22, data local), após um terremotos de magnitude 6,6 e uma réplica de magnitude 5,6 atingirem a província chinesa de Gansu, no noroeste do país, segundo informou a agência AFP. O número de vítimas ainda pode aumentar, conforme as autoridades.

O terremoto principal aconteceu às 7h45 (horário local, 20h45 de domingo em Brasília) entre os condados de Minxian e Zhangxian da província, segundo dados do centro de controle sismológico de Gansu.

Segundo as autoridades locais, a maioria dos municípios da província foi afetada pelo tremor e não se descarta que o número de mortos possa aumentar nas próximas horas.

O epicentro do terremoto foi registrado a 34,5 graus latitude norte e a 104,2 de longitude leste, a cerca de 170 quilômetros da capital da província, Lanzhou, e a 20 quilômetros de profundidade, de acordo com a fonte.

Segundo testemunhos locais citados pela “Xinhua”, o tremor durou aproximadamente um minuto e sacudiu as árvores e casas da região, embora por enquanto não haja informação de danos materiais.

O terremoto foi sentido também em Lanzhou e até na cidade de Xian, capital da província de Shaanxi.

Às 9h12 (22h12 de Brasília), a mesma região sofreu uma réplica de 5,6 graus de magnitude.

A Administração Sismológica da China já iniciou um plano de resposta de emergência frente ao terremoto e enviou equipes de socorro para a área afetada.

O oeste da China é uma região com frequente atividade sísmica. Em abril de 2010, um terremoto de 6,9 graus na província ocidental de Qinghai (planalto tibetano) causou a morte de quase 2.700 pessoas.  (Com Efe e AFP)

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment