Terremotos no Irã deixaram 306 mortos

Os dois terremotos que abalaram o noroeste do Irã no sábado (11) deixaram 306 mortos, em sua maioria mulheres e crianças, e 3.037 feridos, anunciou a ministra da Saúde, Marzieh Vahid Dastjerdi, no Parlamento.

A ministra afirmou que entre os corpos transportados para os necrotérios da região estavam 219 mulheres e crianças, além de 49 homens. A imprensa estatal informou que alguns cadáveres foram enterrados no local da tragédia.

De acordo com Vahid Dastjerdi, dos 3.037 feridos, 2.011 foram atendidos no local e os demais levados para os hospitais da região.

Os dois terremotos, de 6,3 e 6,4 graus de magnitude, afetaram no sábado, com poucos minutos de intervalo, a região montanhosa de Varzeghan, Ahar e Heris, na província de Azerbaijão Oriental, noroeste do Irã.

Resgates
O ministro do Interior, Mohamad Najar, visitou a área devastada neste domingo com a ministra da Saúde e o diretor do Crescente Vermelho por ordem do presidente Mahmud Ahmadinejad “para avaliar a situação e organizar as operações”, segundo a agência Mehr.

As equipes de resgate e o Crescente Vermelho distribuíram barracas, cobertores, roupas, alimentos e água aos afetados.

A maioria dos homens trabalhava no campo no momento da catástrofe, mas as mulheres e crianças estavam dentro de casa e foram as grandes vítimas da tragédia.

Em Tabriz, uma cidade de 1,5 milhão de habitantes, os danos foram apenas materiais, de acordo com as autoridades.

O Irã está situado sobre falhas geológicas importantes e sofreu terremotos devastadores ao longo de sua história. O mais importante dos últimos anos, em dezembro de 2003, matou 31.000 pessoas em Bam (sul), 25% da população da cidade.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment