Seleção feminina de vôlei reage na Copa do Mundo e bate Argentina por 3 a 0

Por R7,
Porém, chances de classificação para a Olimpíada ainda este ano são mínimas

Vinda de uma campanha ruim na Copa do Mundo, a seleção brasileira feminina de vôlei esboçou uma reação no início da última semana da competição. Na manhã desta quarta-feira (16), o time nacional bateu a Argentina por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 25-19 e 25-09, em partida realizada em Tóquio, no Japão.

Mesmo com o bom resultado, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães se manteve apenas na sexta colocação da tabela da disputa, que classifica seus três primeiros colocados para a Olimpíada de Londres.

Conseguir uma vaga para os Jogos de 2012 ainda nesta temporada, porém, é quase impossível para a seleção brasileira: faltando dois jogos, o time possui 15 pontos conquistados, cinco a menos que a China, terceira na classificação. Ou seja: além de somar os seis pontos das próximas partidas, a seleção precisará de uma combinação de resultados nos duelos de chinesas, alemãs e japonesas.

Desta forma, as partidas finais na Ásia servirão mais para devolver a moral ao time brasileiro, que ainda terá duas chances de garantir seu lugar em Londres 2012: no Pré-Olímpico continental e no Pré-Olímpico Mundial, ambos programados para maio.

Pela Copa do Mundo, o Brasil volta à quadra nesta quinta (17), às 4h (horário de Brasília), contra a Argélia.

Confira também
Tudo sobre Esportes Olímpicos

Tudo sobre Futebol
O jogo

Pela primeira vez na Copa do Mundo, Zé Roberto optou por colocar Sassá no lugar de Mari no time titular. Ainda assim, os primeiros momentos da partida foram de passe instável para o Brasil, que deu a impressão que passaria pelas mesmas dificuldades da semana passada, quando perdeu para a Itália e para o Japão.

Entretanto, a boa atuação de Dani Lins começou a facilitar a vida das brasileiras, especialmente as centrais Thaísa e Fabiana. No segundo set, o time voltou a apresentar instabilidade e teve dificuldades para virar algumas bolas, especialmente pela qualidade da líbero Lucia Gaido. Mas os problemas não impediram que o Brasil voltasse a vencer uma etapa.

Com 2 a 0 no placar, as brasileiras se soltaram e tiveram uma atuação de gala no terceiro set. Com força no ataque e excelente passe, Sassá foi recompensada pelo prêmio de melhor jogadora da partida, encerrada em apenas uma hora e nove minutos.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by admin

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment