Romney aceita indicação para Casa Branca e promete ‘futuro melhor’

O republicano Mitt Romney, 65, aceitou formalmente a candidatura do Partido Republicano à Presidência dos EUA, em discurso que encerrou a Convenção Nacional Republicana na cidade de Tampa, na Flórida. O evento teve início na terça (28), um dia depois do previsto, por conta do furacão Isaac.

“Aceito a indicação”, declarou Romney, diante dos delegados do partido reunidos no evento. Eu o faço com humildade, profundamente emocionado com a confiança que vocês depositaram em mim. É uma grande honra e uma responsabilidade ainda maior, e esta noite peço a todos que caminhem comigo para um futuro melhor”, acrescentou.

“Chegou a hora de virar a página. Muitos americanos desistiram desse presidente [Obama], mas não desistiram de si mesmos”, afirmou Romney. O que hoje é necessário no nosso país não é complicado, nem profundo. Não é necessária uma comissão governamental especial para nos dizer do que os Estados Unidos precisam. O que os Estados Unidos precisam é de empregos. Muitos empregos”, acrescentou.

“Quero construir um futuro melhor, onde aqueles que procurem emprego, encontrem emprego. Como presidente, irei criar 12 milhões de novos empregos”, afirmou.

“Eu queria que o presidente Obama tivesse dado certo porque eu quero que os EUA dêem certo. Mas as promessas deles apenas trouxeram desapontamentos e divisão (…). Não podemos aceitar mais isso. Agora é o momento em que podemos fazer algo. Com a sua ajuda iremos fazer algo!”

Para ele, as promessas do democrata foram demagogas, irreais e não responderam às necessidades concretas dos americanos. “O presidente Obama prometeu desacelerar a elevação dos oceanos e curar o planeta. Minha promessa é ajudar vocês e suas famílias.”

Romney tentou mostrar como a falta de desenvolvimento econômico dos EUA nos últimos anos causou a infelicidade dos americanos. “As famílias esperavam que os últimos quatro anos seriam o momento em que elas poderiam guardar mais dinheiro para a faculdade das crianças, para ajudar a mãe idosa que vive sozinha, para doar para a caridade ou sua igreja”.

“Os pequenos empresários esperavam os melhores anos de seu negócio, em que poderiam contratar mais, abrir uma nova loja, patrocinar um time local. E os estudantes pensavam que iriam se formar e teriam um bom emprego agora, e poderiam começar a construir seu futuro. Essa foi a esperança na qual os americanos votaram, e que não aconteceu”.

FAMÍLIA

Romney também falou da história de sua família em Michigan. Se emocionou ao falar do casamento dos pais. Segundo ele, em sessenta anos de casados, todos os dias seu pai levava uma rosa à cabeceira da cama de sua mãe, pela manhã. “Foi assim que minha mãe soube que meu pai tinha morrido. Ao acordar, não havia nenhuma rosa ao seu lado”.

Seu sucesso nos negócios foi entendido como uma demonstração de sua capacidade excepcional de gerenciamento. Durante a campanha, os democratas insinuaram que, como empresário, Mitt Romney não teria pago todos os impostos devidos ao Estado.

Sobre seu companheiro de chapa, Paul Ryan, Romney elogiou sua coragem de assumir o desafio da Vice-presidência. Além disso, disse que admirava Ryan por ele mostrar, sem timidez, o amor que tinha por sua mãe.

Para Romney, Paul é um homem “com um grande coração, vindo de uma pequena cidade”. E brincou, fazendo referência a fala de Ryan, na véspera: “Mas Paul, ainda gosto mais das músicas que estão no meu iPod”.

O discurso foi transmitido pela TV americana, com a previsão de audiência de milhões de pessoas. Para muitas delas, foi a primeira oportunidade de examinar atentamente as propostas do ex-governador de Massachusetts.

POLÍTICA EXTERNA

Ele criticou ainda o modo como o governo de Obama vem lidando com a polêmica sobre o programa nuclear iraniano.

“Obama prometeu dialogar com o Irã, e continuamos dialogando. No meu governo, vocês verão menos flexibilidade e mais resultado”, prometeu.

“Vamos colocar a América no rumo, de volta ao trabalho, uma América unida, com uma força militar que não será contestada”, acrescentou. “Essa América respeitará os direitos de todos, é a América que é a melhor para nossos filhos, vamos construir essa América”.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment