R10 nega casos de indisciplina e diz que atraso salarial foi a ‘gota d’água’

Depois de um ano e quatro meses de uma relação cheia de altos e baixos, Ronaldinho Gaúcho e Flamengo romperam da pior maneira. E agora vão duelar na Justiça. Acusado de inúmeros atos de indisciplina durante o período que passou no clube, o jogador negou tudo em entrevista ao ‘Fantástico’, e disse que os atrasos salariais fizeram com que tomasse a decisão de deixar o clube, apesar de negar que tenha influenciado o seu desempenho em campo.

- A gota d´água eu acho que foi acumulando vários meses sem receber. Às vezes atrasa alguns dias. Às vezes junta dois meses. Foram vários dias de atraso. Mas quando a gente entra em campo, a gente esquece do mundo, a gente não pensa em dinheiro, esquece dos problemas – declarou.

- Não é em todo jogo que a gente consegue jogar bem. Tive grandes jogos no Flamengo e jogos em que as coisas não saíram bem, como acontece com todo jogador.

O ex-camisa 10 do Flamengo também negou que tenha faltado a projetos de marketing do clube, que alega não ter conseguido faturar o que pensava com o jogador.

- Sempre que o Flamengo me chamou eu fui. Essa parte não sou nem eu que cumpro, é meu ermpresário, são meus advogados. Sempre que fui convidado, eu participei.

Com a saída de Ronaldinho, o diretor de futebol, Zinho, declarou que havia “acabado a bagunça”. Questionado se faltou profissionalismo na passagem pela Gávea, mais uma vez Ronaldinho desconversou.

- Sempre fui (profissional) em todos os clubes que passei. Eu acho que, se eu não fosse profissional, as pessoas falariam exatamente no momento que eu não estava sendo profissional. Quase sempre estive treinando, participei de quase todos os jogos.

Sobre a acusação de ter chegado cansado várias vezes para treinar, após noitadas, mais uma vez Ronaldinho tratou com normalidade.

- Cansaço é normal. De chegar e não ter condições de treinar por ter saído, isso nunca, nunca me apresentei dessa forma.

Ronaldinho também garantiu que não é verdade a informação de que teria dado 100 dólares a um garçom para que levasse cerveja ao jogador no quarto do hotel no Equador, antes do jogo contra o Emelec.

- Nunca dei gorjeta de 100 dólares pra ninguém, isso não é verdade.

Outro episódio polêmico foi quando Ronaldinho teria levado uma mulher para a concentração durante os treinos em Londrina (PR).O jogador explicou.

- Não levei ninguém. Encontrei uma menina que eu já conhecia no hotel, falei com ela normalmente. Aconteceu que eu fui no quarto dela, conversei com ela, só isso.

Ronaldinho também garantiu que nunca discutiu ou entrou em atrito com treinadores, seja Vanderlei Luxemburgo, seja Joel Santana.

-  Não tenho nada a ver com a saída do Vanderlei. Nunca discuti com nenhum treinador. Nem com o Joel, nem com a comissão técnica, pode perguntar para qualquer um deles.

O jogador garante que as polêmicas foram invenção.

- Desde que eu cheguei no Flamengo tive a mesma conduta. Os sete meses que foram só vitória não tinha história nenhuma. A partir do momento que o Flamengo passou a não conquistar títulos e vitórias, todo mundo começou a inventar muita coisa.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment