Nazista mais procurado do mundo é preso em Budapeste

A Procuradoria Geral de Budapeste anunciou nesta quarta-feira que o suposto criminoso de guerra nazista László Csatáry, 96, foi detido na capital húngara.

Segundo um comunicado da Promotoria, o detido foi interrogado, e as autoridades judiciais húngaras já começaram o procedimento para que seja posto em prisão domiciliar.

A Promotoria reconhece que em outubro do ano passado foi confirmada a identidade do acusado, que vivia com seu nome real em Budapeste havia 15 anos.

O Centro Simon Wiesenthal (CSW) de Jerusalém responsabiliza Csatáry pelo envio de mais de 15 mil judeus a campos de extermínio durante a Segunda Guerra Mundial.

Em outubro de 1944, um golpe de Estado levou ao poder na Hungria o partido de orientação fascista Cruz de Flecha, que serviu incondicionalmente aos interesses do regime de Adolf Hitler.

Cerca de 450 mil judeus húngaros foram assassinados a partir de 1944 em diversos campos de extermínio.

Csatáry supostamente dirigiu em 1944 um acampamento nazista em Kosice, no leste do que hoje é a Eslováquia.

Segundo informa hoje a Promotoria da Hungria, a Justiça eslovaca confirmou às autoridades húngaras que o acusado foi condenado à morte na então Tchecoslováquia após a Segunda Guerra Mundial.

Posteriormente, Csatáry fugiu para o Canadá, lugar que abandonou em 1997, quando foi retirada sua cidadania desse país, e se instalou em seguida em Budapeste com sua identidade original.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment