Menos da metade dos produtos da cesta básica está mais barata

Cinquenta e três dias após a presidente Dilma anunciar o corte de tributos na cesta básica, apenas 40% dela está de fato mais barata em supermercados de São Paulo.

Levantamento dos preços de 25 itens da cesta, realizado pela Folha em lojas de cinco redes diferentes, mostrou que, de 120 preços, 48 caíram, outros 48 subiram, enquanto 24 permaneceram estáveis.

Considerando apenas os produtos desonerados, 29 baratearam, 13 encareceram e 11 não tiveram variação.

Produtos da cesta como sabonete e manteiga, alvos do corte do governo, não tiveram seus preços alterados e, em alguns casos, chegaram até a ficar mais caros.

Carnes bovina, suína, de frango e peixes, além de manteiga, café, açúcar e itens de higiene pessoal, como sabonete e creme dental, foram desonerados.

A reportagem visitou, no mesmo horário, lojas dos supermercados Pão de Açúcar, Carrefour, Extra, Walmart e Sonda, nas zona oeste, norte e central de São Paulo, anteontem e em 11 de março -no mesmo dia em que empresários do setor varejista se comprometeram com o governo a baixar os preços.

Nas duas datas, o valor dos mesmos 25 itens, no mesmo peso e forma de apresentação, foram anotados.

DESONERAÇÃO

Anunciada pela presidente em cadeia nacional de rádio e TV no dia 8 de março, a medida acabou com a cobrança de PIS/Cofins e IPI em todos os produtos da cesta básica que na época ainda sofriam a tributação.

Procurados, os supermercados, no entanto, afirmam que é praticamente impossível que todos os itens desonerados fiquem mais baratos.

Segundo as empresas, além da inflação mensal –que em março estourou o teto de 6,5% proposto pelo governo–, o preço final também sofre influência de fatores como safra, negociação com os fornecedores dos produtos e ações promocionais feitas pela lojas.

De acordo com economistas ouvidos pela Folha, o mercado de trabalho firme, o consumo em alta e o aumento do valor de fretes abrem brechas para que o varejo repasse pressões de custos para os produtos, o que minimiza o efeito da desoneração.

PESQUISA DO PROCON

De acordo com última pesquisa da Fundação Procon-SP, em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o preço médio da cesta básica caiu de R$ 383,15, no dia 18, para R$ 382,16 na última quinta-feira –queda de 0,26% ante o período entre 11 e 18 de abril.

Nesse intervalo, o valor da cesta básica já havia registrado queda de 0,22%.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment