Maioria dos eleitores do Pará rejeita proposta para dividir o Estado

Por R7,
Mais de 66% dos paraenses rejeitaram a criação dos Estados de Carajás e Tapajós
Os eleitores do Pará foram às urnas no domingo (11) e disseram não à proposta que criaria os Estados de Carajás e Tapajós. O resultado foi confirmado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mesmo antes do fim da apuração dos votos.

A contagem dos votos foi concluída na madrugada desta segunda-feira (12), quando a Justiça Eleitoral confirmou que 66,6% dos eleitores rejeitaram a ideia de criar o Estado de Carajás e 66,08% dos que foram às urnas disseram “não” à fundação de Tapajós.

Os eleitores tiveram de responder “sim” ou “não” a duas perguntas: uma sobre a criação de Tapajós e outra sobre a criação de Carajás. Cerca de 4,8 milhões de eleitores paraenses estavam aptos a votar no plebiscito, que ocorreu entre as 9h e as 18h (horário de Brasília). Porém, segundo o TSE, 25,71% dos eleitores não compareceram às urnas.

Como a maioria foi contra a proposta, o Congresso Nacional deverá arquivar o tema.

O eleitor cujo domicílio eleitoral é no Pará, mas que não pôde participar da votação, terá de justificar a ausência no plebiscito até o dia 9 de fevereiro de 2012 em qualquer cartório eleitoral do país. Aqueles que deixaram de votar terão de pagar multa estipulada pela Justiça Eleitoral.
Caso contrário, correm o risco de não poder se inscrever em concursos públicos ou tomar posse em cargo público, receber salário, participar de concorrência pública. Quem não justificar a ausência também pode ter dificuldade em obter empréstimo, tirar passaporte e renovar matrícula em estabelecimento de ensino público.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by admin

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment