Justiça mantém livre motorista que atropelou ciclista na Avenida Paulista

O Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou a liminar que garante a liberdade para o estudante de psicologia que atropelou um limpador de vidros na Avenida Paulista, em março deste ano. No acidente, David Santos Sousa, de 21 anos, teve um braço amputado.

Alex Kosloff Siwek cumprirá medidas cautelares e terá que comparecer em juízo sempre que for convocado. A carteira de habilitação dele ficará suspensa até o fim das investigações.

Por volta das 5h de 10 de março, Alex atropelou o limpador de vidros estava a caminho do trabalho na Avenida Paulista. O impacto foi tão forte que o braço de David ficou preso ao carro do estudante, que fugiu do local e jogou o braço em um córrego.

Atropelamento
O jovem teve o braço decepado ao ser atropelado na Avenida Paulista, em 10 de março, pelo estudante de psicologia Alex Siwek. Alex foi preso pelo atropelamento ainda no dia do acidente, mas deixou a Penitenciária Doutor José Augusto Salgado de Tremembé, no interior de São Paulo, em 21 de março. Um exame clínico feito após o incidente apontou vestígios de álcool no motorista, mas concluiu que ele não estava embriagado no momento da colisão.

David ia para o trabalho quando foi atingido pelo carro conduzido por Alex. Testemunhas disseram que o carro andava em zigue-zague e já tinha derrubado alguns cones colocados na Avenida Paulista para sinalizar a instalação da ciclofaixa.

Na descrição da polícia, Alex estava dentro de um Honda Fit ao lado de um amigo quando o acidente ocorreu, por volta das 5h30. O braço direito do ciclista foi amputado por estilhaços de vidro do pára-brisa e permaneceu preso ao veículo. O motorista fugiu do local, deixou o amigo em casa e depois foi à Avenida Doutor Ricardo Jafet, de onde lançou o braço em um córrego. Depois, voltou à própria casa, guardou o carro na garagem e dirigiu-se a pé à unidade policial para se entregar.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment