Inflação do aluguel acumula alta de 6,67% em 12 meses, diz FGV

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como a inflação do aluguel, porque é utilizado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, acelerou de 0,66% em junho para 1,34%, em julho, segundo aponta levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgado nesta segunda-feira (30). No ano, o indicador acumula alta de 4,57% e, em 12 meses, de 6,67%.

Utilizado no cálculo do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), conhecido como a inflação do atacado, variou 1,81%, contra 0,74% no mês anterior. Também usado para calcular o IGP-M, mas com um peso menor, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) acelerou de 0,17% para 0,25%, em julho, com a principal contribuição partindo dos preços do grupo alimentação (de 0,61% para 1,06%).

Também foram computados acréscimos nas taxas de variação de outras quatro classes de despesa: transportes (de -0,78% para -0,39%), educação, leitura e recreação (de -0,07% para 0,27%), comunicação (de -0,03% para 0,17%) e habitação (de 0,17% para 0,18%).

Na contramão, registraram desaceleração das variações os grupos vestuário (de 0,44% para -0,83%), despesas diversas (de 1,71% para 0,39%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,45% para 0,32%).

Também divulgado nesta segunda, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em julho, variação de 0,85%, abaixo do resultado de junho, de 1,31%.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment