Há 54 dias sem chuva, São Paulo tem a maior estiagem desde 1994

A cidade de São Paulo está há 54 dias sem ver chuva. É a maior sequência de dias secos desde 1994, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e a quinta maior desde o início da contagem, em 1961. O recorde foi em 1985, quando os paulistanos ficaram 78 dias na secura. A previsão aponta chuva só na semana que vem.

As consequências dos dias secos, os paulistanos sentem na pele. A cidade tem tido registros sucessivos de baixa umidade do ar, o que gera irritação no nariz e na garganta e agrava problemas respiratórios. Ontem, a capital ficou em estado de atenção, com umidade do ar em 22%.

Em dias secos, as recomendações são beber água, umidificar os ambientes e evitar exercícios ao ar livre nos horários mais quentes (veja quadro ao lado).
Além de uma das maiores sequências de dias sem chuva, São Paulo teve um agosto atípico. Durante o mês, a cidade teve 0,3 mm de chuva. Bem abaixo da média para o período, de 39 mm.

Foi o segundo agosto mais seco desde 1943, quando teve início a contagem do Inmet. Perde apenas para 2007, quando não houve chuva alguma.

Com a baixa umidade, a Secretaria do Meio Ambiente proibiu a queima da palha da cana-de-açúcar em 75% dos municípios paulistas.

PREVISÃO

Segundo o Inmet, a previsão é de que chova na semana que vem, com a chegada de uma frente fria.

Até lá, a boa notícia é que o incômodo do tempo seco deverá diminuir, pois haverá aumento da nebulosidade.

A previsão para hoje já aponta chuviscos isolados no leste do Estado, inclusive na capital. “Eles já ajudam a melhorar o ar, pois a sujeira e a poluição são deslocados”, afirma o meteorologista do Inmet Marcelo Schneider.

O inverno deve continuar quente. Ontem, São Paulo marcou 32°C. Em Ribeirão Preto, o calor chegou a 40°C e a umidade bateu os 15%.

Para hoje, a máxima prevista em São Paulo é de 27°C e no fim de semana o paulistano deve enfrentar forte calor.

Segundo Tatiane Martins, da Somar Meteorologia, até o fim do inverno, há grandes chances de as temperaturas superarem o calor do último domingo, que chegou a 33,3°C –a maior temperatura desta estação na capital.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment