Greve de funcionários da CPTM afeta três linhas em SP; paralisação deve atingir 1,7 milhão de usuários

Começou à 0h desta quinta-feira (13) a greve dos funcionários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). A decisão foi tomada em assembleia realizada nesta quarta-feira (12). A paralisação deve afetar 1,7 milhão de passageiros da Grande São Paulo.

A linha 9 – Esmeralda está completamente paralisada, e as linhas 11 – Coral e 12 – Safira operam parcialmente — na 11, funciona apenas entre as estações Guaianases e Luz, e na 12,  só entre a Manuel Feio e Brás. Não pararam os funcionários das linhas 7 – Rubi e 10 – Turquesa.

Filas enormes nos pontos de ônibus no entorno da estação Guaianases, no extremo leste de São Paulo, e os veículos que fazem a ligação intermunicipal estavam lotados.

“Eu demoro normalmente duas horas para chegar em casa, mas hoje eu espero chegar até meio dia. E o pior é que não tem ônibus para atender a demanda”, afirma uma mulher que não quis se identificar.

“É uma palhaçada, o trem só funciona na capital”, afirma o vigilante Antonio Amorim, 54, que mora em Itaquaquecetuba (36 km da capital) e enfrentava uma longa espera na estação da zona leste.

A SPTrans (São Paulo Transporte), empresa responsável pelo transporte municipal, informou ainda que todos os 15 mil ônibus da cidade vão circular durante todo o dia para tentar evitar filas nos pontos.

LINHAS DA CPTM

  • linhas da cptm 1371085217129 615x300 Greve de funcionários da CPTM afeta três linhas em SP; paralisação deve atingir 1,7 milhão de usuários

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment