FBI caça responsáveis por ‘ato de terror’ na Maratona de Boston

Duas bombas cheias de peças de metal explodiram no meio da multidão perto da linha de chegada da Maratona de Boston, matando três pessoas e desencadeando uma caçada, nesta terça-feira, em busca dos responsáveis pelo ataque, que a Casa Branca disse que será tratado como “um ato de terror”.

Autoridades disseram que mais de 100 pessoas ficaram feridas pelos dispositivos, que foram embalados com pólvora, rolamentos de esferas e estilhaços para maximizar os ferimentos das vítimas, de acordo com uma autoridade policial com conhecimento da investigação, que não quis ser identificada.

“Eu vi pessoas que pareciam ter tido as pernas arrancadas. Havia muito sangue sobre as pernas. Então, as pessoas estavam sendo retiradas em cadeiras de rodas”, disse Joe Anderson, de 33 anos, um pescador de Pembroke, Massachusetts, que tinha acabado de completar a corrida, na segunda-feira, segurando uma bandeira grande dos EUA.

Algumas vítimas ainda terão de passar por cirurgia nos próximos dias, disse Peter Fagenholz, cirurgião do Hospital Geral de Massachusetts.

“Nós estamos vendo um monte de ferimentos por estilhaços” de pedaços pequenos de metal, disse Fagenholz a repórteres do lado de fora do hospital. Médicos trataram 29 pessoas, das quais oito estavam em estado crítico.

Um menino de oito está entre os mortos, de acordo com o jornal Boston Globe, citando duas fontes policiais informadas sobre a investigação. Uma criança de dois anos estava sendo tratada no Hospital Infantil de Boston por causa de um ferimento na cabeça, informou o hospital.

Funcionários da Casa Branca e investigadores disseram que ainda é muito cedo para dizer se os ataques em Boston foram realizados por um grupo estrangeiro ou norte-americano, ou para identificar um motivo.

O atentado foi o pior ataque a bomba no solo dos EUA desde que o militante norte-americano de extrema-direita Timothy McVeigh detonou um caminhão-bomba que destruiu um edifício federal em Oklahoma City, em 1995, matando 168 pessoas.

Dois anos antes, militantes islâmicos explodiram bombas nas torres gêmeas do World Trade Center, matando seis pessoas e ferindo mais de 1.000.

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que os responsáveis “sentirão o peso da Justiça” e a Casa Branca afirmou que estava lidando com o incidente como “um ato de terror”.

O FBI lidera uma caçada, nesta terça, ao lado de vários órgãos de segurança federais, estaduais e locais.

“É uma investigação criminal que é uma possível investigação terrorista”, disse Richard Deslauriers, agente especial do FBI encarregado de Boston.

Agentes vasculharam um apartamento em Revere, no subúrbio de Boston, na noite de segunda-feira, informou a mídia local, sem dar mais detalhes.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment