Ex-motorista do goleiro Bruno é vitima de tentativa de homicídio em Minas Gerais

O ex-motorista do goleiro Bruno Souza foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite do último domingo (26) em um bar localizado no bairro Liberdade, em Contagem (região metropolitana de Belo Horizonte).

Segundo a Polícia Civil, Cleiton da Silva Gonçalves foi atingido por pelo menos dois disparos de arma de fogo em um dos ombros. A informação ainda não é precisa pelo fato de a vítima não ter procurado nenhuma unidade hospitalar depois de ter sido baleado.

Ainda conforme informação da polícia, ele está desaparecido, e policiais estão à procura dele. A apuração revelou que dois homens chegaram armados ao local e efetuaram os disparos.

Durante a tentativa de homicídio ao ex-motorista do goleiro, um adolescente foi atingido por um dos disparos em uma das pernas, mas não corre risco de morrer.

Gonçalves foi preso em março deste ano acusado de ter sido o mandante da morte de um homem, em um restaurante localizado às margens da BR-040, em Contagem. Após conseguir um alvará de soltura, ele responde ao processo em liberdade.

Range Rover

O ex-motorista chegou a ser detido em 2010 pela polícia mineira na época do desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante desaparecida do goleiro Bruno, quando dirigia uma Range Rover que pertencia ao goleiro Bruno.

O veiculo foi parado em uma blitz e apreendido por causa de documentação irregular. Foi uma das principais peças materiais do caso, já que, segundo a Polícia Civil, foram encontradas marcas de sangue de Eliza Samudio no utilitário, que teria sido usado para conduzir Eliza do Rio de Janeiro para Minas Gerais.

A mulher de Gonçalves, ainda conforme o inquérito da polícia, admitiu ter cuidado à época do filho de Eliza Samudio. No entanto, a polícia não indiciou Gonçalves, que é tratado como testemunha do caso.

Bruno e mais seis pessoas vão a júri popular, ainda sem data marcada, pelo sumiço de Eliza Samudio.

Morte

A tentativa de homicídio contra Gonçalves ocorreu poucos dias depois do assassinato de Sérgio Rosa Salles, primo do goleiro que foi morto com seis tiros no último dia 22 no bairro Minaslândia, região norte de Belo Horizonte.

Segundo a polícia, ele foi perseguido por dois homens em uma moto, sendo que o ocupante da garupa efetuou vários disparos contra ele. O crime ocorreu em uma das ruas do bairro, quando Salles saía para o trabalho.

Nesta segunda-feira (27), a Corregedoria da Polícia Civil de Minas Gerais assumiu as investigações sobre a morte de Salles, até então conduzidas pelo Departamento de Investigações de Minas Gerais.

Uma das hipóteses que serão checadas é a suposta participação de policiais civis na execução do primo de Bruno.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment