Estádio do Corinthians: Governo libera R$ 478 mi para Itaquera.

Kassab Estádio do Corinthians: Governo libera R$ 478 mi para Itaquera.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, assinaram ontem um convênio para a realização de obras na zona leste relativas ao acesso ao local onde será construído o novo estádio do Corinthians. Com o acordo, serão investidos R$ 478,2 milhões na região de Itaquera – R$ 345,9 milhões sairão do caixa do Estado, e R$ 132,3 milhões, da prefeitura.
O investimento, em geral, será para a construção de vias de acesso ao Polo Institucional de Itaquera. O convênio assinado ontem por Alckmin e Kassab prevê, entre outras obras, a construção de alças de ligação da avenida Jacu-Pêssego com a Nova Radial e da nova avenida de ligação Norte-Sul, no trecho entre a avenida Itaquera e a Nova Radial.
Ainda pelo acordo firmado ontem, serão construídos no Polo Institucional de Itaquera (local próximo ao terreno do Corinthians) uma faculdade de tecnologia (Fatec), um fórum, uma unidade do Senai, um centro de convenções, uma rodoviária e postos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A expectativa é que as obras sejam concluídas até junho de 2013.

Regularização

O diretor-administrativo do Corinthians, André Luiz de Oliveira, disse ontem que a expectativa do clube é de que até o fim de abril seja regularizada a situação do terreno de Itaquera, na zona leste de São Paulo, onde será construída a arena para a Copa do Mundo de 2014. Oliveira disse que a programação é de que as obras para construção do estádio tenham início em maio.

A previsão dele é de que, até lá, o Corinthians já disponha de uma parcela do empréstimo que deve ser concedido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por meio da Caixa Econômica Federal, de R$ 400 milhões. O empreendimento é hoje estimado em R$ 650 milhões. “A gente espera que, até maio, seja regularizada a situação com o Ministério Público (MP)”, disse, após evento no Palácio dos Bandeirantes. “O empréstimo do BNDES deve ser liberado em partes, e não de uma vez só”, explicou.
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab (PSD), participaram de café da manhã com representantes de 12 clubes de futebol do Estado, entre eles os de Santos, Palmeiras, São Paulo e Portuguesa. O presidente do Corinthians, André Sanchez, está internado por conta de uma queimadura na perna e não pôde comparecer ao encontro.

Sanchez foi representado pelo diretor-administrativo. Em discurso, Kassab ressaltou que a capital está empenhada para a abertura da Copa do Mundo e que o futuro estádio do Corinthians é a “única solução para que São Paulo sedie a abertura do evento”.

Loading...
Related Video

Tags:

 

About the author

More posts by admin

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment