Desemprego em SP cai para 5,7%; greve impede divulgação de taxa nacional

Mais uma vez, a greve dos servidores do IBGE atrapalhou a divulgação dos dados da Pesquisa Mensal de Emprego, que não revelou uma taxa média das seis regiões pesquisadas por falta de informações sobre o Rio de Janeiro e em Salvador.

Em São Paulo, a taxa recuou de 6,5% em junho para 5,7%, no mês passado.

Além da capital paulista, o IBGE só apresentou taxas referentes a julho para as regiões metropolitanas de Recife (6,5%), Porto Alegre (3,8%) e Belo Horizonte (4,4%). Nessas regiões, as taxas tinham registrado estabilidade em junho.

Segundo a pesquisa de julho, o número de pessoas desocupadas caiu 1,08% em São Paulo, ao passar de 1,85 milhão, em junho, para 1,83 milhão, no mês passado.

Naquele mês, a greve dos servidores do instituto já havia prejudicado a divulgação do indicador por conta também de problemas com o processamento dos dados do Rio de Janeiro. Em maio, a taxa média de desemprego havia sido de 5,8% para as seis regiões.

Segundo o IBGE, o rendimento caiu em três das quatro regiões cujos dados estão disponíveis. A maior perda foi registrada em Recife (-3,5%), seguida por Belo Horizonte (-1,8%) e São Paulo (-1,1%). Em Porto Alegre, a variação ficou estável.

Já o emprego com carteira no setor privado em nenhuma região houve variação significativa –em todas, o índice ficou dentro da margem de erro da pesquisa.

PESQUISA

Segundo o IBGE, a pesquisa é a mais afetada por conta do grande volume de dados e pelo fato de ser a única mensal do tipo domiciliar –o pesquisador vai à casa dos entrevistados. Realizada por empregados terceirizados, a coleta continua sendo feita normalmente, de acordo com o instituto.

O problema é que os dados precisam conferidos por uma equipe de funcionários próprios de agências estaduais do IBGE –muitos estão parados e bloqueiam o envio das informações para a sede.

Ao fim da greve, o IBGE promete divulgar a taxa de desemprego média de junho e a julho, caso não seja possível apresentar os dados completos hoje. Procurados, líderes grevistas não foram localizados na sede do sindicato.

O maior contingente de servidores em greve está no Rio de Janeiro. A paralisação prejudicou também a divulgação ontem do IPC-15, prévia do IPCA (indicador oficial de inflação do país).

Para levantar a variação do preço do serviço de empregado doméstico, o IBGE usa os dados de rendimento da categoria da pesquisa de emprego.

Sem as informações de junho, o instituto (que usa os dados com dois meses de defasagem), repetiu a informação de maio. O item empregado doméstico subiu 1,11% em agosto, abaixo da variação de 1,37% de julho.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment