Debate tem Obama mais duro e duelo com Romney

Em um debate muito agressivo, o presidente dos EUA, Barack Obama, acusou seu rival republicano, Mitt Romney, de ter uma proposta favorável ao “1% no topo” e defender petrolíferas, além de criticá-lo por querer um orçamento militar maior.

A performance contrastou com a apatia do presidente no primeiro debate, há duas semanas, em que foi derrotado por um oponente que surpreendeu pela energia.

Pesquisa da CNN após o debate apontou vitória de Obama para 46% dos consultados, ante 39% que preferiram Romney.

Ontem, houve vários momentos de bate-boca, em que Romney chamou Obama de “um bom orador, que fala bem”, mas que fracassou em criar empregos.

O debate na Universidade Hofstra, a 40 km de Nova York, começou focado na economia. Romney disse que tem um plano de cinco pontos que cria 12 milhões de empregos.

Obama disse que seu opositor tem um plano “de um único ponto: que as pessoas no topo possam jogar com regras diferentes do resto”.

Em diversos momentos, Obama acusou Romney de mudar de lado e propor ideias diferentes do que já sugeriu.

O formato do debate, com 82 eleitores indecisos aptos a fazer perguntas, deixou os dois candidatos de pé na maior parte do tempo, visivelmente desconfortáveis.

Quando Romney disse que seria mais duro com a China do que Obama, “por ser um manipulador de moeda”, o presidente disse que seu rival fazia dinheiro justamente investindo em empresas que mudavam sua linha de produção para a China.

Partindo para o pessoal, ainda disse que Romney paga “14% de alíquota em sua renda, menos que muitos de vocês [os espectadores]“.

Em diversos momentos, os candidatos se interromperam, às vezes com o dedo apontado para o adversário.

Obama foi irônico quando questionado se checava com frequência sua aposentadoria. “Não, porque não é tão grande quanto a sua”, disse, dirigindo-se a Romney.

Outro embate entre os dois se concentrou na energia. Romney acusou políticas ambientalistas de serem responsáveis pelo preço do litro da gasolina, que dobrou em quatro anos.

Obama retrucou, dizendo que o preço estava baixo em 2009, “em uma economia à beira do colapso”.

IMIGRANTES

Um dos momentos em que Romney conseguiu apontar inconsistências do presidente foi a partir da pergunta de uma eleitora sobre a regularização de imigrantes ilegais.

“Obama prometeu uma política imigratória e, em dois anos com a maioria democrata no Congresso, não fez nada”, disse Romney.

O republicano citou duas vezes a América Latina, dizendo que pretende mais acordos de livre-comércio com a região.

No final do debate, quando os dois foram questionados sobre o assassinato do embaixador americano na Líbia -que já teve diversas versões diferentes sobre como aconteceu-, Romney acusou Obama de não chamar o atentado de terrorismo e foi corrigido pela mediadora.

Obama levantou a voz e, no tom mais sério de sua performance, acusou Romney de ter tentado obter ganhos políticos em meio ao atentado. E chamou para si a responsabilidade pelo que aconteceu.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment