Corinthians pede providências da Conmebol contra árbitro paraguaio

Depois de ser eliminado da Libertadores com o empate diante do Boca Juniors por 1 a 1, no Pacaembu, o presidente do Corinthians, Mario Gobbi, pediu providências da Conmebol contra o árbitro paraguaio Carlos Amarilla.

“Quero deixar consignado a atuação lamentável do árbitro, que deixou de marcar dois gols legítimos e um pênalti claro. Há quem diga que houve o segundo pênalti. Esse eu não vi. O [árbitro paraguaio Carlos] Amarilla conduziu a partida muito mal. Deixou a desejar e influiu diretamente no resultado da partida. Espero que a Conmebol e a Comissão de Disciplina, que soube nos punir, puna quem cometeu erros também”, declarou.

“A vida não é feita só de vitórias. A derrota dói. Principalmente como essa. Não fomos nós que perdemos. Fizeram-nos perder”, afirmou.

Apesar da eliminação, o mandatário do clube alvinegro parabenizou a comissão técnica e os jogadores.

“Não deixaremos de manter um grupo vencedor, que briga por títulos. Quero parabenizar nossos atletas e nossa comissão técnica porque estavam fazendo uma campanha muito boa na Libertadores”, continuou.

“Seguimos determinados. Temos a disputa de mais um título e vamos pensar no 27° Campeonato Paulista. Vamos trabalhar intensamente. Um abraço fraterno aos torcedores que nos apoiou nos momentos difíceis”, concluiu.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment