CNJ analisará proposta de cotas para negros e índios

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) deverá analisar nesta terça-feira (5) proposta de criação de cotas para o ingresso de índios e negros na magistratura e entre servidores do Judiciário.

A discussão foi proposta pela advogada indígena Juliene Cunham, segundo a Agência Brasil. O requerimento para análise do tema foi protocolado no início do mês passado.

O conselheiro Jefferson Kravchychyn, relator do processo, acredita que a discussão deverá se estender além do CNJ, uma vez que dependeria de projetos de lei e de alteração da própria Lei Orgânica da Magistratura.

Na eventualidade de a proposta apresentada pela advogada ser aprovada, os conselheiros do CNJ deverão montar um grupo de trabalho para analisar os possíveis critérios para a instalação de um sistema de cotas, o qual deverá considerar o cenário étnico do país.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment