Brilho de Luis Fabiano tem homenagem a Bolt, chute letal e redenção com torcida em clássico

Luis Fabiano era um dos principais personagens do Majestoso antes da partida começar. Depois que a bola rolou, o Fabuloso brilhou com dois gols que determinaram a vitória contra o Corinthians no Pacaembu pela primeira vez após sete anos. E o dia perfeito do camisa 9 do Tricolor teve direito a homenagem ao ídolo Usain Bolt, aproveitamento perfeito em chutes no gol do rival e redenção com a torcida.

As três histórias, somadas ao apoio do goleiro Rogério Ceni e a autorização para cobrar pênalti, foram escolhidas para exemplificar o dia em que Luis Fabiano brilhou contra o rival.

QUATRO HISTÓRIAS EXPLICAM O DIA DE GALA DE LUIS FABIANO NO PACAEMBU

HOMENAGEM A USAIN BOLT
Ao marcar o segundo gol do São Paulo no clássico, Luis Fabiano correu em direção a bandeira de escanteio, apontou para um lado e inclinou o corpo para o outro, numa clara homenagem ao mito jamaicano do atletismo Usain Bolt. Questionado sobre o assunto, o camisa 9 do time justificou: “sou fã dele”.

APROVEITAMENTO PERFEITO NOS CHUTES
Segundo o Datafolha, Luis Fabiano chutou poucas vezes ao gol do Corinthians, mas foi letal quando a bola chegou na meta do goleiro Cássio. Ele fez três arremates, sendo que dois deles foram em direção ao gol. Ambos entraram e decretaram a vitória do São Paulo de virada por 2 a 1.

REDENÇÃO COM A TORCIDA
Luis Fabiano vive uma relação de amor e ódio com o torcedor, principalmente com o da organizada do São Paulo, desde que voltou a vestir a camisa do Tricolor. O fã são-paulino que vive às turras com o jogador critica a capacidade dele de ser importante nos momentos decisivos. Após atuação de gala contra o Corinthians, o Fabuloso foi ovacionado pelo torcedor no Pacaembu, numa mostra clara de que a lua de mel entre as partes voltará a ser estabelecida.

APOIO DE ROGÉRIO CENI
Luis Fabiano contou com um belo incentivo para voltar a jogar no clássico contra o Corinthians: o apoio do goleiro Rogério Ceni. O ídolo e capitão do Tricolor revelou que havia dito ao Fabuloso antes do jogo que o deixaria bater pênalti caso houvesse na partida. “É importante para ele retomar a confiança”, justificou o arqueiro.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment