Bolt vence fácil desafio contra o tempo nos 150m no Rio, mas não bate recorde

Conforme esperado, Usain Bolt confirmou de forma bastante tranquila o seu favoritismo na prova de 150 metros realizada na manhã deste domingo, em uma pista montada na praia de Copacabana, no Rio, onde cravou o tempo de 14s42 no evento de exibição chamado de Desafio Mano a Mano. O velocista jamaicano, porém, não conseguiu bater a marca de 14s35, obtida na mesma distância, em outra prova nestes moldes realizada nas ruas de Manchester, na Inglaterra, em 2009.

Sob forte sol e um calor de 30ºC, na prova cuja largada ocorreu às 11h45, Bolt liderou a prova de ponta a ponta, sem dificuldades, deixando em segundo lugar o brasileiro Bruno Lins, este com 14s91, enquanto o equatoriano Alex Quiñonez foi o terceiro e o antiguano Daniel Bailey acabou no último e quarto lugar.

Ao final da prova, o homem mais rápido do mundo, recordista mundial dos 100 e 200 metros e bicampeão olímpico destas duas distâncias, comemorou com o seu tradicional gesto no qual aponta um dos braços para o alto com o corpo curvado para baixo. Em seguida, ele foi festejado pelo bom número de torcedores que marcaram presença na pista montada em Copacabana.

Ele chegou a jogar uma das suas sapatilhas para o público. Entretanto, acabou guardando uma deles consigo, até para poder se equilibrar com os dois pés sobre o calçado, tendo em vista o fato de que não conseguia ficar com os pés descalços na pista que ficou superaquecida por causa do sol. E, no Rio, ele já projetou a sua participação nos Jogos Olímpicos de 2016, que serão na capital carioca.

“Agradeço muito todo mundo que está aqui, está muito quente neste domingo de Páscoa, e espero reencontrar todos em 2016″, ressaltou o jamaicano, em entrevista para a TV Globo, na qual mostrou ter ficado conformado com o seu tempo de 14s35, nesta prova de 150 metros cuja distância não faz parte do calendário olímpico e mundial.

“Estou satisfeito, é um início de temporada, está tudo começando”, enfatizou, antes de dizer que poderá voltar ao Brasil para outros eventos antes dos Jogos Olímpicos. “Chamando, eu venho novamente antes da Olimpíada”, prometeu Bolt, que ainda exibiu a habitual simpatia ao dançar um funk na pista ao lado das corredoras Rosângela dos Santos e Evelyn Santos e um DJ. As duas atletas participaram, um pouco mais cedo, de um desafio de brasileiras vencido por Franciela Krasucki com o tempo de 16s75.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment