BC diz que ambiente se alterou e vê redução da inflação

Ata do Copom cita corte de despesas do governo, medidas macroprudenciais e mudança de cenário para justificar corte do juro básica

Adriana Fernandes e Fernando Nakagawa, da Agência Estado

BRASÍLIA – Para justificar sua decisão de reduzir o juro na semana passada, O Banco Central informou nessa quinta-feira que sua expectativa é de queda para a inflação. Em 2012, segundo a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada hoje, o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) deve convergir para o centro da meta, de 4,5%. O BC destaca a piora do cenário externo – com redução de demanda – e a nova política do governo de corte do gasto público como fatores que vão contribuir para a queda dos preços.

“O Copom, de forma unânime, reconhece que o ambiente macroeconômico se alterou substancialmente desde sua última reunião, de modo a justificar uma reavaliação, e, eventualmente, reversão, do recente processo de elevação da taxa básica. Entretanto, dois membros do comitê avaliam que o momento atual ainda não oferece todas as condições necessárias a que esse movimento tenha início imediatamente”, informou a ata. Na semana passada, o Copom surpreendeu o mercado financeiro ao reduzir a taxa Selic de 12,50% para 12,00% ao ano a taxa Selic. A decisão não foi unânime. Cinco integrantes do Copom votaram a favor da redução e outros dois pela manutenção da Selic.

O BC reconhece que a demanda doméstica ainda se apresenta robusta, em grande parte devido ao crescimento da renda e a expansão do crédito. Entretanto, avalia que o cenário é de contenção das despesas do setor público, aliada a uma demanda menor no cenário internacional. A conjunção desses fatores, segundo o BC, reduzirá a demanda, contribuindo para a queda da inflação.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by admin

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment