Anvisa diz ter suspendido venda de bebidas AdeS por ‘precaução’

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou ontem a suspensão da fabricação, distribuição, comercialização e consumo de 32 produtos de soja da marca AdeS saídos de uma das linhas de produção da fábrica de Pouso Alegre (a 384 km de Belo Horizonte).

A medida atinge embalagens de 1 litro e 1,5 litro da linha TBA3G, uma das 11 que existem na fábrica. Os lotes suspensos podem ser identificados com as iniciais AG.

A decisão foi tomada, segundo a Anvisa, por “precaução e para proteger a saúde da população brasileira”. A medida ocorre quase uma semana após falha que fez a Unilever, fabricante do produto, recolher um lote do suco sabor maçã de 1,5 litro.

Segundo a empresa, uma falha no processo de higienização causou o envase de solução de limpeza de máquina no lugar da bebida, o que pode provocar queimadura.

Ontem, fiscais da vigilância estadual e municipal fizeram uma inspeção na fábrica. A empresa foi convocada para prestar esclarecimentos em audiência hoje com o Ministério da Justiça e a Anvisa.

Apesar de a suspensão atingir apenas os lotes iniciados com AG, embalagens de AdeS sumiram ontem das prateleiras de supermercados em São Paulo. Segundo gerentes, as redes decidiram recolher os produtos temporariamente mesmo sem ter nenhuma caixa afetada.

“Recebemos a orientação e retiramos todos os AdeS por precaução. As caixas estão no estoque até que a questão seja melhor esclarecida”, disse Jucelino de Jesus, gerente do Extra da rua das Palmeiras, no centro da capital.

No Walmart do Pacaembu (zona oeste), caixas de diversos lotes estavam à disposição e não intimidaram os consumidores. “Fiquei sabendo da notícia pela internet e fiquei preocupado. Mas vi que nenhuma caixa aqui era do lote ruim”, disse José Francisco Novo, 50.

QUEIMADURAS

A Anvisa recomenda que o consumidor procure um médico em caso de queimaduras.

Em Ribeirão Preto (a 313 km de SP), uma mãe registrou um boletim de ocorrência após o filho de 17 anos ter queimado a língua ao ingerir um suco de maçã da marca. Ela diz que o jovem perdeu a sensibilidade no local.

A mulher, que não quer ser identificada, relatou que, depois do problema, comprou outra caixa do mesmo lote e estranhou a consistência do produto -que, segundo ela, parecia água e não tinha cheiro.

OUTRO LADO

A Unilever informou que o problema na qualidade de produtos atingiu apenas as 96 unidades de AdeS sabor maçã, 1,5 litro, lote AGB25, produzidas na linha TBA3G em Pouso Alegre (MG).

A empresa disse que, desde o dia 13, quando o problema foi descoberto, nenhum produto fabricado nessa linha foi distribuído ao mercado e que a linha de produção não está em funcionamento.

A fabricante informou ainda que já iniciou o cumprimento das determinações da Anvisa retirando do mercado as bebidas produzidas na linha que teve o problema.

De acordo com a Unilever, a companhia está “colaborando com a Anvisa com o fornecimento de todas as informações necessárias para a revogação da interdição”.

Os produtos do lote com problema foram distribuídos em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Já a determinação da Anvisa afeta todo o país.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment