Adobe cede à Apple e cria ferramenta para converter arquivos Flash em HTML

A Adobe deu fim a uma de suas batalhas com a Apple, criando uma ferramenta para que os desenvolvedores convertam arquivos Flash (animações e vídeos) em HTML. Assim, iPhone e iPad poderão visualizar os populares arquivos em Flash, incompatíveis com os produtos da empresa de Steve Jobs — isso desde que o conteúdo tenha sido convertido para HTML5 pelos desenvolvedores. A ferramenta chamada Wallaby, ainda emiphone flash Adobe cede à Apple e cria ferramenta para converter arquivos Flash em HTML fase de testes, está disponível no site da Adobe.

Os usuários finais (donos de iPhone e iPad, por exemplo) só verão o resultado do anúncio feito na terça-feira (8) quando os criadores de conteúdo para web converterem seus arquivos. Dessa forma, aquilo que antes ficava inacessível nos portáteis da Apple poderá ser visualizado. Sites como o YouTube (adepto ao Flash), por exemplo, já se adaptaram ao fato de os produtos da Apple não “conversarem” com os arquivos da Adobe. Assim, o site de vídeos passou a oferecer uma versão em HTML5, para que os usuários de iPad e iPhone tenham acesso a seu conteúdo.

A briga entre as empresas é antiga. A explicação dada pela Apple é que esse formato consome muitos recursos e até mesmo trava os dispositivos. Para a Adobe, essa é uma manobra que permite à Apple um certo monopólio dos aplicativos desenvolvidos para seus gadgets.

Em outubro do ano passado, a empresa de Steve Jobs anunciou que deixaria de vender computadores Mac com Flash já instalado. No entanto, os donos de Mac podem visualizar conteúdo nesse formato, desde que baixem e instalem um programa para isso.

Compatibilidade
“Ele [Wallaby] permite que você reutilize e amplie o alcance do seu conteúdo para aparelhos que não rodam Flash (…). Você pode ver o resultado em um browser compatível ou em um aparelho que rode o iOS [sistema operacional da Apple]”, diz o site da Adobe, voltado a desenvolvedores.

A empresa alerta que nem todos os recursos do Flash são compatíveis com o HTML5 – por isso, é possível que alguns criadores não possam converter seus programas para que eles rodem no iPad, por exemplo. No próprio site é possível ver quais são os recursos compatíveis ou não.

Loading...
Related Video

Tags:

 

About the author

More posts by admin

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment