A dois dias do UFC 156, brasileiros fazem treino pesado e com muita resenha em Las Vegas

Descanso? Essa palavra passou longe de três dos brasileiros que vão estar no card principal do UFC 156, neste sábado. Faltando apenas dois dias para o evento, José Aldo, Rogério Minotouro e Antonio Pezão fizeram uma treino pesado em uma academia nos arredores de Las Vegas na noite da última quarta-feira. O principal motivo de a movimentação ter sido tão dura é fato de eles ainda terem alguns quilos para tirar até a pesagem da sexta-feira.

O mais concentrado e quem aparentemente estava sofrendo mais com essa fase era José Aldo, que defende seu cinturão dos penas contra Frankie Edgar. Ele fez um trabalho tático de trocação, mas de forma muito veloz. Sempre vestido com blusas de plástico para suar muito, não estava de muito papo com ninguém. Ele apenas ouviu atentamente as instruções de seu técnico Dedé Pederneiras. Ninguém mais podia ouvir o que ele falavam.

Enquanto Aldo tinha esse trabalho mais fechado no octógono, no tatame ao lado, Minotouro e Pezão não poupavam nenhum de seus parceiros de treino. O que mais sofreu foi Erick Silva, que era para estar nesse card, mas foi cortado por conta de uma lesão.

Rogério e Antonio não ficaram tanto na trocação. Nesse treino, Minotouro focou mais as defesas de queda para enfrentar Rashad Evans. Já Pezão, a maior parte do tempo, treinou a parte de chão, principalmente as raspagens e o ground and pound. Seus sparrings sofreram muito.

Mas tudo terminou em conversa descontraída, em uma resenha sobre MMA e sobre o que eles vão encontrar nesse sábado. Eles ainda devem fazer mais um treino nesta quinta-feira, para baterem o peso até sexta, mas menos tático, mais físico, para suar mesmo e perder líquido.

Loading...
Related Video
 

About the author

More posts by carol

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment